quarta-feira, 9 de março de 2011

Portugal Sem Prozac



Dizem que no Portugal sem Prozac, somos optimistas, porque só olhamos para o lado bom da vida, porque só vemos as virtudes, desprezando os defeitos.

Dizem-nos que somos optimistas porque não queremos ver; que ser optimista é um luxo de quem tem sucesso e de quem só vê o lado bom da vida porque assim pode.

Num manifesto pedido de reflexão, gostaria de aqui afirmar o contrário. O pessimismo, esse sim, é um luxo dos que podem, um desperdício de energia e uma falta de respeito para connosco próprio, para com a vida e acima de tudo, para com os outros.

Ser optimista não é, por isso, uma opção. É, antes, uma necessidade, um imperativo que temos de aprender a lançar sobre a nossa vida.

Optimismo é começar por acreditar no sucesso como a única opção, é declarar “guerra” ao pessimismo, de modo a que seja possível, ver no futuro prosperidade.

A missão deste projecto é ajudar pessoas, organizações e sociedade em geral a encontrarem um caminho mais feliz e equilibrado no seu dia-a-dia. 

Está na altura de parar, pensar, comunicar e agir de forma diferente. Sem Xanax nem Prozac.
Obrigado por nos ajudar a mudar o mundo.


Sem comentários:

Enviar um comentário