quarta-feira, 20 de julho de 2011

Bruxelas destina €7 mil milhões à investigação e inovação




A Comissão Europeia prevê como retorno a criação de emprego e crescimento na área de investigação e inovação.

A Comissão Europeia anunciou a "injeção" de 7 mil milhões de euros no domínio da investigação e inovação, o maior pacote de financiamento deste tipo jamais atribuído por Bruxelas, que prevê como "retorno" a criação de emprego e crescimento.

Este envelope é concedido no âmbito do sétimo programa-quadro de investigação da UE (7PQ), e a "Comissão Barroso" espera que venha a gerar, a curto prazo, cerca de 174 mil postos de trabalho e, ao longo de 15 anos, quase 450 mil postos de trabalho e 80 mil milhões de euros de crescimento do PIB.

Indicando que os convites à apresentação de propostas (para beneficiar dos financiamentos) serão, na sua maioria, publicados quarta-feira, 20 de julho, o executivo comunitário indica desde já que as universidades, os organismos de investigação e a indústria contam-se entre os mais de 16 000 beneficiários dos financiamentos, sendo que "será prestada particular atenção às PME", que receberão uma dotação próxima dos mil milhões de euros.

O ponto central dos convites à apresentação de propostas é a "integração da investigação na inovação para enfrentar desafios de ordem social e gerar emprego e crescimento sustentáveis", concedendo à Europa a liderança dos principais mercados tecnológicos do futuro.

Aumento significativo do financiamento


"A Europa dá hoje, mais uma vez, provas do seu empenhamento em colocar a investigação e a inovação no topo da agenda política para o crescimento e o emprego. A concorrência existente na UE para obtenção destes financiamentos reunirá os melhores investigadores e inovadores europeus, com o objetivo de enfrentar os maiores desafios da nossa época, nomeadamente nos domínios da energia, da segurança alimentar, das alterações climáticas e do envelhecimento da população", declarou a Comissária da Investigação, Inovação e Ciência.



Máire Geoghegan-Quinn sublinhou que "a Comissão propõe um aumento significativo do financiamento a favor da investigação e da inovação, no âmbito do programa Horizonte 2020, para o período pós-2013", e, com os convites hoje anunciados, pretende mostrar aos contribuintes que está determinada "a rentabilizar o melhor possível cada euro investido".


Fonte: Expresso

Sem comentários:

Enviar um comentário