quinta-feira, 1 de setembro de 2011

Crowdsourcing e a inovação participativa



Uma galeria de arte de rua virtual em que os curadores são os internautas, um carro conceito criado por apaixonados por automóveis e uma loja de camisetas em que os consumidores compram as próprias criações. Estes são exemplos do poder da colaboração na realização de projetos.
Os cases, apresentados na 1º Conferência de Crowdsourcing, cocriação e comunidades, que aconteceu em São Paulo no final de agosto, mostraram que a troca de conhecimento e a inovação aberta são capazes de redefinir os conceitos de trabalho, conexão e cooperação.
Durante todo o evento, especialistas e profissionais do Brasil e exterior apresentaram o crowdsourcing como um novo modelo de fazer negócios: “Nunca se precisou tanto conectar sabedorias”, destacou Reinaldo Pamponet, fundador da Itsnoon.net.
Além dele, nomes como Bastian Unterberg, da Jovoto, Romeo Busarello, da Tecnisa, Diego Reeberg, da Catarse, Mario Teza, da Campus Party Brasil, e Fernando Consenza, da Boa Vista Serviços, discutiram a importância da colaboração no processo de inovação e quais as competências necessárias para atuar neste mundo cada vez mais conectado.
Destaco a seguir algumas falas interessantes que repercutiram no evento e podem ser úteis para repensar nosso papel na era da informação compartilhada:
“Um grupo de pessoas é mais inteligente que o mais inteligente do grupo”
Lukas Biewald, Crowdflower

“A atmosfera colaborativa é contagiante”
Bastian Unterberg, Jovoto

“A sabedoria das massas desafia o conhecimento dos sábios”
Romeo Busarello, Tecnisa

O crowdfunding é capaz de empoderar grupos para realizar projetos”
Catarse

“A colaboração é baseada na confiança”
Fabio Seixas, Camiseteria

“Crowdsourcing abre a possibilidade de encarar o mundo de outra forma. Podemos ajudar a redesenhar um novo modelo econômico”
Reinaldo Pamponet Filho, Itsnoon

PS: a propósito, os cases citados no primeiro parágrafo são da Street Art View, da Red Bull, Fiat Mio e Camiseteria, respectivamente.
Para saber mais:



Engage, power to the crowd from Engage on Vimeo.

Via:O Pulo do Gato

Sem comentários:

Enviar um comentário